Áreas de Atuação do PPGA-PV

Produção Vegetal

     A área de concentração do PPGA-PV é a Produção Vegetal, uma das áreas de conhecimento da Agronomia que tem como objetivo o desenvolvimento de projetos de pesquisa conduzidos em condições de campo, ambiente protegido ou laboratório. São desenvolvidas dissertações envolvendo estudos de técnicas de manejo e produção das principais culturas de importância no Vale do São Francisco quanto aos aspectos de tratos culturais; adaptação ao semiárido; propagação de plantas; produção de mudas; fisiologia vegetal; pós-colheita de frutos; melhoramento vegetal; agroecologia; identificação e controle de pragas, doenças e plantas invasoras; adubação e nutrição de plantas, manejo de irrigação, organismos do solo e insumos biológicos à agricultura.

Linha de Pesquisa

Produção e Manejo de Plantas Cultivadas e Nativas

     Devido às diferenças nos componentes curriculares dos docentes, o PPGA-PV possui apenas uma linha de pesquisa com o intuito de não privilegiar alguma ramificação da Produção Vegetal e, consequentemente, constituir linhas de pesquisa vulneráveis, fato que não exclui, de acordo com a demanda, a criação de mais linhas de pesquisa.
    A Linha de Pesquisa visa desenvolver projetos de pesquisa voltados para a solução de problemas produtivos do Vale do São Francisco quanto a manejo cultural, manejo de irrigação, propagação de plantas cultivadas, nativas e exóticas, aperfeiçoamento das técnicas de produção de diversas culturas em relação a tratos culturais (poda, espaçamento, uso de reguladores vegetais), substratos hortícolas, adubação, fisiologia vegetal, nutrição mineral, melhoramento vegetal, qualidade de produtos e sistemas de produção agrícola, identificação, comportamento, monitoramento e controle das principais pragas, doenças e plantas invasoras incidentes na região.
    Evidencia-se que os projetos de pesquisa que originam as dissertações devem ser desenvolvidos com ênfase em culturas de importância social e econômica para a região como mangueira, videira, goiabeira, bananeira e coqueiro, além de plantas forrageiras, olerícolas, grandes culturas, plantas ornamentais e espécies adaptadas à região.